A velha costura

Certa vez ouvi dizer que para desconstruir é necessário primeiro aprender a construir.

“Passei um bom tempo aprendendo como construir as roupas, o que é importante fazer antes de descontruí-las.”

Mcqueen
Sábias palavras meu amado Estilista!
Não tiro a razão…mas puxando isso aí no meu dia a dia, eu vejo o seguinte:

Não sei em qual contexto foi dito e pensado tal frase.Talvez até o sentido da palavra “descontruir” para este estilista famoso,da frase acima, tenha sido para outro tipo de trabalho que não é o meu “desconstruir”.
Porém eu, no meu humilde dia a dia, uso da seguinte forma,desconstruo peças “velhas” para construir novas.E quanto mais eu desconstruo, mais eu aprendo!

Eu tenho minhas noções e meus estudos de construção de vestuário, que me ajudam bastante na re-construção dessa peça.E realmente eu estudei um pouco pra trabalhar com roupas,mas estudar peças antigas, com o velho modo auto didata, é uma forma que me cativa.
E agora puxando um gancho no papo,olha só,não te chama a atenção, o quão vasto é este campo da “arte” do vestuário?

Ainda hoje estava desfazendo uma peça em seda e me deparei com uma costura que me intrigou.Fina, delicada e minuciosa, tanto o fechamento da peça nas laterais como das mangas, era feito em uma espécie de viés ou barra de lenço, assim escondendo os pontos gritantes de costura.
O chamado “alta costura”?
Pode ser!
Só sei que não existiu overlock.Não precisou rebater.Nem recortar as rebarbas.
A reta fez todo o trabalho.De forma a esconder(pasmem)TODA a costura grosseira e tão usual nos tempos atuais.

Já tinha ouvido muita gente falar a seguinte frase mil vezes “é, alta costura você pode usar dos dois lados,que o certo e o avesso ficam iguais,a costura não aparece”! Legal, mas e eu até o momento só tinha visto costuras “limpas”,não perfeitas…não tão “invisíveis”Na verdade, no Brasil a Alta costura é praticamente um mito, então cheguei a conclusão de que essa seria mais uma “velha costura” haha

Eu não sei de onde veio esta raridade,que ano foi feita ou em que cidade nasceu.Mas me cativou e me fez aprender MUITO em cinco minutos que eu não aprendi em anos de aula.

E esse sim pra mim é o maior achado da moda!Não é o maior look do momento achado numa pechiiiincha… que nada foi manchadinha de batom na gola,no fundo de um brechó, custando 25 reais;
O glamour da seda;
do bordado;
do acabamento fino nas mangas,barra e invisível no interior;
do aprendizado de cunho técnico e histórico;
Valem mais que muita peça chique e aula de costura por aí.

velha costura

;*

Anúncios

Acabaram com os acabamentos!

Cada vez que eu entro em grandes lojas. muitas vezes até líderes de venda no Brasil, eu me assusto com alguma coisa nas araras brasileiras!

Tem desde roupa que fica transparente até botão que solta depois de 2 usos.Fala a verdade, é falta de capricho ou falta de supervisão de qualidade, porque ooolha…

Um dia desses eu deixei de comprar uma blusa porque ela era inteira em overlock.. fala a verdade, parece frescura, mas roupa ta virando ouro e com esse preço não da pra comprar só porque ficou bonitinho.

Os preços de magazines estão quase equivalentes a roupas de marca enquanto os acabamentos equivalentes a peças de estudantes de costura.
E olha que tem muito estudante que finaliza uma peça com mais honra que muita confecção dita boa(e cara diga-se de passagem) por aí!

Então vou citar abaixo,algumas dicas importantes para quem não quer se arrepender de quebrar o cofrinho ou quer entender um pouco do assunto , seja na hora de escolher uma loja pra amar de paixão ou uma costureira pra chamar de sua :

  1. Invista, não deixe à vista, overlockiiista:Não é um crime, nem um desleixo, desde que não tenha fios soltos à mostra.
  2. Modelista sonolenta:Gola desbeiçada,manga maior que a outra,manga que não entra,costura pegando em alguma parte do corpo.. olha,pode ser que esteja mal passada, pode ser que seja algum profissional novo…aliás, pode ser até que no corpo nem apareça!Mas também pode muito ser que o molde esteja errado.Que seja desleixo e falta de capricho mesmo.Vale a pena prestar atenção se isso vai enfeiar o preço.. digo, a peça, ou não.
  3. Chefia de produção daltônico: Só eu to vendo que essa linha não era da mesma cor do tecido?e eu não to falando das roupas que isso é feito propositalmente.. francamente!
  4. Sindrôme do vaai que vaaaai: Daí você fecha a roupa, tá lindo mas na hora de desabotoar você vê um fio solto que você sente que se puxar, o botão vaaaai caiiiir!Aquele botão meio cabisbaixo ou aquele desespero quando eles começam a sair na sua mão ali mesmo ainda no provador.Existem várias formas boas de se fixar um botão.Costureira,não se desespere, chefes não se fixem apenas no cronômetro, clientes levem na costureira mais próxima…o mínimo que se espera de uma confecção é “testar” seus botões antes de enviá-los para as lojas.Um, é estilo, mas todos, é sacanagem!
  5. Festa no escuro: Transparência tá na moda que eu tô ligada, mas não é disso que eu to falando.Bateu uma luz F$#@%.Cuuuuusta colocar um forro meu Deeus!custa eu sei que custa meu financeiro, mas dai virou aquelas “É bonitinho, mas não tem forro!”
Aah vah, que desespero!!!!!