Meme das costureiras

Meme das costureiras

Meme das costureiras

Anúncios

E quantas vezes refiz

Costurar é uma “arte” para uns e para muitos outros,um ofício.
Ofício esse que requer muita paciência e calma.
É verdade que existe paciência dentre suas características importantes, em muitas outras profissões.
Agora,quem trabalhar com costura específicamente,precisa de paciência como característica principal para assim serem donos deste “dom”.

Conhecimento se busca,experiência se adquire e qualidade se constrôe, mas a paciência…hmmm paciência é complicaaaado!

Vou te dizer que já vi costureiras, modelistas e estilistas muito bons, e dos que eu ví perdurarem, eram “calmos”
Muitos loucos,faladeiros,estabanados,agitados,comilões, com musica ou sem..mas quando se concentravam…
keep calm and shhhh I’m sewing!

Cada um com seu estilo e mania, a paciência é vista de várias formas e demonstrada também.
Nos momentos de pepino então…os calmos ou paciêntes são os reis.
Todo trabalho que eu termino aqui na confecção, eu posso citar com ele um aprendizado.em TODOS!

Eu tive um último mês bastante atarefado.Muitas peças, muitas metas e muito aprendizado.
Infelizmente estive cansada demais pra escrever, apesar de ter deixado mais de uma vez ,títulos ou tópicos em aberto por aqui.
Poderia encher aqui só terminando esses,mas hoje eu quero falar do de hoje!Amanhã eu termino os que comecei.(Momento Brasileiro, eu diria.rs.)

Não adianta, quanto mais você está obcecado numa coisa, menos você chega ao ponto que quer chegar.Triste né?Seria.Se não fosse (ao meu ver)só por uma coisa!
Quando você divide seus problemas, você soluciona!
Na busca sozinhos, não vemos muitas vezes o que está diante dos nosso olhos quase pulando em cima.
Eu e muitos de nós já tivemos problemas em que ficamos batendo a cabeça dizendo “eu só saio daqui quando essa coooisa (:x) funcionar”.. e ai quando a gente sai, bravos,sem a menor esperança…tomamos um ar, falamos com alguém e na volta, apertamos um botão e plim! soluciona! … não, não, aqui a semelhança não é mera coincidência.

eu não aguentava maaaaais passar a reta naquela malha cor de roça.O tecido que tinha um toque delicioso e uma cor diferente agora ta irritante, pobre, feio, chato e barato.
Eu recoloquei o fio na agulha umas 500 vezes.
Troquei de carretel.
Mudei o ponto… (não eu quero o reto mesmo.)
Aumentei a tensão superior…(mas é a linha de baixo que está frouxa )
tirei e coloquei a agulha.(sei la vai que né?)
costurei
costurei
desfiz a costura
costurei
costurei
aumentei a tensão da bobina (357x)
costurei, puxei (425x)
diminui a tensão da bobina (355x)
aaaaaaaaAAaahhhhh pelamor que maquina zuada, justo agora no natal ??????

… me stressei
…pedi socorro!

-“Alô , Seu Clovis?”
-“iiisso, pode vir dar uma olhada na minha reta ?ela não ta muito afim de costurar uma calça aqui”
-“ah, a linha inferior sai frouxa,se eu puxar ela sai toda fora, não da pra entregar assim.”
-“ta vou tentar, mas já coloquei óleo e a tensão no 3 mesmo, pode vir amanhã então dar uma olhada?”
-“beleeeeza, obrigada viu seu Clovis, atéé!”

ah!!! esqueça por um tempo!vá respirar… vou esperar seu Clovis, ele arruma amanhã vai.
E ele veio!às 9 am como combinado.

O técnico de máquinas e sua faculdade de magia.
Esse, berando lá a casa dos 90, não fala muito, mas muito atencioso e simpático, tenta primeiro as tensões.
O que eu sempre estava tentando ele da uma leve checada.
A tensão superior 9, a mais forte delas, funcionou.
“Mas pera lá a 9 é muito alta, cê costura com qual?”.
Geralmente na tensão superior, numa máquina de costura, reta, caseira , usariamos a de número 3, (sou a unica? o.O)
Por ser uma média para todas as grossuras de tecidos,eu não mudo isso.As vezes troco de agulha, mas normalmente deixo sempre a agulha 18/11 de “ponta bola”, pois trabalho mais com malhas mesmo.

E é aí que a mágica acontece.

Abrindo o compartimento onde é passada a linha superior, por um parafuso solitário ao lado esquerdo,você consegue ter uma visão mais “clara” dos compartimentos da costura.Uma parte deles é claro.
O técnico olhou bastante, não viu nada, mas continuou fuçando, até que nem 5 minutos depois:
“falei procê,um fiuzin que garrô látràs”… Sim ele é minêr, com mistura de interior paulista.Muito legal por sinal.(Adoro meu Brasil)
Um fio, um pedaço pequeno de fio preso, em uma das alças ou parte delas beeem no fundo da màquina, não me deixava respirar em paz.

Sabe,na hora já logo pensei.Não adianta lutar sozinho, somos feitos de troca de experiēncia.
Se sua costura não está perfeita e você já fez de “tuuudo”… respira,toma um ar.. chame alguém.

A nossa fala é uma dádiva,o egoísmo é nosso vilão.

Minha dica de costura hoje é, se sua costura estiver tipo assim:

Costura superior (ok!)

20131228-024458.jpg

Costura inferior (solta)

20131228-024452.jpg

limpe bem, coloque óleo e dê uma olhada geral nos cantinhos mais difíceis , que um pedaço lazarento de fio pode estar atrapalhando a tensão.

mas minha dica pra vida hoje, seja você costureira, estilista, arquiteto ou engenheiro:

Compartilhe!
Tente, mas não sempre sozinho.
Quantas vezes refiz e não desisti, vá em frente!
Muitas vezes o sozinho é bom, mas duas cabeças geralmente pensam melhor que uma!

#ficadica
😘

A velha costura

Certa vez ouvi dizer que para desconstruir é necessário primeiro aprender a construir.

“Passei um bom tempo aprendendo como construir as roupas, o que é importante fazer antes de descontruí-las.”

Mcqueen
Sábias palavras meu amado Estilista!
Não tiro a razão…mas puxando isso aí no meu dia a dia, eu vejo o seguinte:

Não sei em qual contexto foi dito e pensado tal frase.Talvez até o sentido da palavra “descontruir” para este estilista famoso,da frase acima, tenha sido para outro tipo de trabalho que não é o meu “desconstruir”.
Porém eu, no meu humilde dia a dia, uso da seguinte forma,desconstruo peças “velhas” para construir novas.E quanto mais eu desconstruo, mais eu aprendo!

Eu tenho minhas noções e meus estudos de construção de vestuário, que me ajudam bastante na re-construção dessa peça.E realmente eu estudei um pouco pra trabalhar com roupas,mas estudar peças antigas, com o velho modo auto didata, é uma forma que me cativa.
E agora puxando um gancho no papo,olha só,não te chama a atenção, o quão vasto é este campo da “arte” do vestuário?

Ainda hoje estava desfazendo uma peça em seda e me deparei com uma costura que me intrigou.Fina, delicada e minuciosa, tanto o fechamento da peça nas laterais como das mangas, era feito em uma espécie de viés ou barra de lenço, assim escondendo os pontos gritantes de costura.
O chamado “alta costura”?
Pode ser!
Só sei que não existiu overlock.Não precisou rebater.Nem recortar as rebarbas.
A reta fez todo o trabalho.De forma a esconder(pasmem)TODA a costura grosseira e tão usual nos tempos atuais.

Já tinha ouvido muita gente falar a seguinte frase mil vezes “é, alta costura você pode usar dos dois lados,que o certo e o avesso ficam iguais,a costura não aparece”! Legal, mas e eu até o momento só tinha visto costuras “limpas”,não perfeitas…não tão “invisíveis”Na verdade, no Brasil a Alta costura é praticamente um mito, então cheguei a conclusão de que essa seria mais uma “velha costura” haha

Eu não sei de onde veio esta raridade,que ano foi feita ou em que cidade nasceu.Mas me cativou e me fez aprender MUITO em cinco minutos que eu não aprendi em anos de aula.

E esse sim pra mim é o maior achado da moda!Não é o maior look do momento achado numa pechiiiincha… que nada foi manchadinha de batom na gola,no fundo de um brechó, custando 25 reais;
O glamour da seda;
do bordado;
do acabamento fino nas mangas,barra e invisível no interior;
do aprendizado de cunho técnico e histórico;
Valem mais que muita peça chique e aula de costura por aí.

velha costura

;*

Acabaram com os acabamentos!

Cada vez que eu entro em grandes lojas. muitas vezes até líderes de venda no Brasil, eu me assusto com alguma coisa nas araras brasileiras!

Tem desde roupa que fica transparente até botão que solta depois de 2 usos.Fala a verdade, é falta de capricho ou falta de supervisão de qualidade, porque ooolha…

Um dia desses eu deixei de comprar uma blusa porque ela era inteira em overlock.. fala a verdade, parece frescura, mas roupa ta virando ouro e com esse preço não da pra comprar só porque ficou bonitinho.

Os preços de magazines estão quase equivalentes a roupas de marca enquanto os acabamentos equivalentes a peças de estudantes de costura.
E olha que tem muito estudante que finaliza uma peça com mais honra que muita confecção dita boa(e cara diga-se de passagem) por aí!

Então vou citar abaixo,algumas dicas importantes para quem não quer se arrepender de quebrar o cofrinho ou quer entender um pouco do assunto , seja na hora de escolher uma loja pra amar de paixão ou uma costureira pra chamar de sua :

  1. Invista, não deixe à vista, overlockiiista:Não é um crime, nem um desleixo, desde que não tenha fios soltos à mostra.
  2. Modelista sonolenta:Gola desbeiçada,manga maior que a outra,manga que não entra,costura pegando em alguma parte do corpo.. olha,pode ser que esteja mal passada, pode ser que seja algum profissional novo…aliás, pode ser até que no corpo nem apareça!Mas também pode muito ser que o molde esteja errado.Que seja desleixo e falta de capricho mesmo.Vale a pena prestar atenção se isso vai enfeiar o preço.. digo, a peça, ou não.
  3. Chefia de produção daltônico: Só eu to vendo que essa linha não era da mesma cor do tecido?e eu não to falando das roupas que isso é feito propositalmente.. francamente!
  4. Sindrôme do vaai que vaaaai: Daí você fecha a roupa, tá lindo mas na hora de desabotoar você vê um fio solto que você sente que se puxar, o botão vaaaai caiiiir!Aquele botão meio cabisbaixo ou aquele desespero quando eles começam a sair na sua mão ali mesmo ainda no provador.Existem várias formas boas de se fixar um botão.Costureira,não se desespere, chefes não se fixem apenas no cronômetro, clientes levem na costureira mais próxima…o mínimo que se espera de uma confecção é “testar” seus botões antes de enviá-los para as lojas.Um, é estilo, mas todos, é sacanagem!
  5. Festa no escuro: Transparência tá na moda que eu tô ligada, mas não é disso que eu to falando.Bateu uma luz F$#@%.Cuuuuusta colocar um forro meu Deeus!custa eu sei que custa meu financeiro, mas dai virou aquelas “É bonitinho, mas não tem forro!”
Aah vah, que desespero!!!!!

Escravos de Jó

 

“Escravos de Jó jogavam caxangá
Tira,pôe, deixa ficar
Guerreiros com guerreiros fazem zigue zigue za 

Guerreiros com guerreiros fazem zigue zigue za”E é mais ou menos cantando essa música que eu vou seguindo na saga de terminar uma pulseira de courinho e tachas, que parece nunca ter fim.

Porque é muito óbvio que você olhe para aquela pulseira na vitrine e pense “afeee 85 pau nesse pedaço de couro fajuto com meia duzia de tachinha?vou achar mais barato na 25”, tuuudo bem, você pode até achar mesmo mas você já tentou colocar uma meia dúzia de tachas num courinho fajuto? Vai vendo…

Tá bom que 85 pode ser um exagero mas assim;
Você começa a colocar, uma… duas…três… quatro… quando chega na décima você percebe que nem era meia dúzia era bem mais que isso.
Mas que bom, porque você tem um “saquinho” inteiro pra gastar,aí na décima quinta tachinha já nem liga se o dedo dói pra apertar os dentinhos.É DÓI!

Porque assim, rola um processo de “fisga com dentinhos,vira um dentinho, vira outro dentinho, amaceta os dentinhos,fisga com dentinhos, vira os dentinhos  e vai, e vai, e vai..  você simplesmente nem ta mais sentindo as pontas dos dedos.
Daí você continua persistente e na metade da décima nona tachinha nem assusta com mais um ai, hmm, ai.. quando um dentinho escapa e belisca o dedo oooou quando entra embaixo da unha..suave!

Mas aí na vigésima segunda você pensa “puxa que beleeza,já ta acabando”, toma forças extras, sacode os braços(tentando ignorar aquela dorzinha nos músculos internos dos braços) e termina!

Quando vem aquele sentimento de leveza,plenitude,alívio,pureza,liberdade…wuhuuul!

alguém te fala “cara não acredito, você esqueceu de passar a tinta no interior do courinho” … o quê ? que tinta?Não tá bom assim mesmo, não não você tinha que passar a *oha da tinta pro acabamento do courinho na parte interna mais grossa do courinho… aaah ooooookey!Respira fundo,pensa no dinheiro caindo na sua conta ao final do mês, liga o ipod no máximo do albúm “wuhul” e vamo lá tira tudo,(eu disse T-U-D-O, pinta tudo, pôe T-u-d-o  e tira, poe, tira , poe , pinta, tira, pinta, poe…

Suave !
Tem que ter muito amor mesmo haha

Veja abaixo uma leeeeve desmonstração de como funcionam as tachinhas:

😉

Hi Rai!

Você sabe com quantos botôes se faz um Body infantil?

A Rái sabe!

sabe até quantos centimetros tem os espaços entre eles,os botões.

Pra você que acha que atêlie de costura, confecção ou coisas do tipo só tem duas opções de ser,

uma, muito chique ;com um silêncio cheiroso,cheio de gente fina falando de drapeados, godês e tons pastéis, …

ooooutra, cheio de gente pra la e pra ca, sentadas e daqui a pouco em pé, tecidos, máquinas, tudo junto bagunçado, muito barulho, gente que fala o que quer, se veste como quer e vive como ninguém quer #ouquaseisso

Aí está a prova viva de que…. não… confecção não é chique, nem muito menos mão de obra escrava (Salvo excessões nesse mundão)…

rai

Essa é a Raimunda, mais conhecida pelos brothers poraí como

… Rái!
E sem entender, responde meu Hi Rai com um sorriso feliz.

Todo dia, é ela quem quebra o silêncio da confecção, ou o vrum vrum das máquinas com algum comentário.

Seja sobre seus pobremas, brucites,tendites, remédios, picuetas, retas,galoneiras… bem como nos momentos fofos, quando ela chora falando da família que deixou na bahia.Quando mostra as fotos dos netos e filhos no celular motorola hi-tech , na hora do cafézinho (feito por mim, é claro!)

Toda confecção tem que ter uma Rái,e normalmente tem né?

Se não o glamour perde a razão de ser, e a gente fica assim.. achando que a vida é feita de França, Oscar Freire e Swarovski,

enquanto, na real?… é todo mundo ser humano,feito de muito suor e trabalho.Cheio de histórias,problemas e felicidades,como qualquer outro!

Essa é apenas uma homeagem a todas as Ráis do Brasil.. que a gente sabe que, trabalham todo dia felizes, fazendo o que for preciso para que a coleção vá para a loja sem nenhum defeito ou desaponto.

Maaas que muitas vezes, não sabe nem a cor da loja,não recebe nem metade do elogio que um vendedor ou um estilista recebe.Todos temos nosso valor, não diminua nem menospreze o trabalho de ninguém.Para o show começar, foi necessário uma costureira,um cortador, um modelista ,de um estoquista e de tantos outros profissionais que não aparecem em evidência mas são essenciais.Cada um na sua profissão e realidade mas todos com valor e talento.
Valorize seu profissional!!

pra bom entendedor , meia postagem basta =X

#saudades

Vê se você me entende

…… adoro quando o pote de alfinetes cai no chão

#SÓ QUE NÃÃÃÃO!!!!!!!

alfinetes

Parece óbvio, mas assim,

Não é só uma sensação de desespero,é a sensação de cansaço, irritação e desânimo que vêm antecipado,tudo junto.

Você sabe que, quando aquele mísero potinho de 5×5 cai, não foi só ele que caiu, foram-se juntos em média uns 300 alfinetes, e assim … em um segundo!

Coom certeza vou demorar uns 40 minutos pra pegar “todos” os alfinetes do chão,e o melhor ainda está por vir,quando depois desses mesmos 40 minutos, eu der um passo e pisar em um alfinete, percebendo que não peguei todos.

Normalmente é assim, não sei se é assim com você, vai saber,as vezes o problema é só comigo sabe.

E sim eu já apelei pro imã de geladeira, mas eu posso afirmar que você nunca vai conseguir pegar todos de prima.No outro dia , ou até passados alguns dias, você ainda vai encontrar alfinetes ao redor do “acidente”!
e DESISTA gata, se isso ocorrer contigo, você não vai pegar todos de primeira também.

Estou começando a planejar , um buraco na mesa pra tipo colar o pote nela e não cair mais tá ligado?Vamo vê, depois eu conto.Sugestões?
Mas pra que pensar nisso agora né?Tô correndo, a gente varre tudo, joga tudo fora e compra outra caixinha outra hora vai, porque o que importa mesmo é que eu to no glamour, entende?.. trabalhando feeeliz no glamour da moda o.O